Eletroencefalograma (EEG)

(EEG) é um exame de monitoramento não-invasivo que registra a atividade elétrica do cérebro. É realizado com eletrodos fixados no couro cabeludo por meio de uma pasta condutora de eletricidade. Objetiva registrar a atividade cerebral para detectar possíveis anormalidades neurológicas.

Tipos de eletroencefalograma

É importante notar que não existe apenas um tipo de EEG e que cada um tem as suas especialidades. Entenda:

EEG rotineiro (normal)

São colocados eletrodos no couro cabeludo do paciente e registrado suas atividades cerebrais durante algumas atividades. O eletroencefalograma rotineiro pode durar de 20 a 40 minutos e o paciente pode ser solicitado a fechar e abrir os olhos, realizar exercícios respiratórios como aspirar e expirar rapidamente (hiperventilação), ou pode ser colocada uma luz pulsante na frente do paciente, a fim de ver a alteração da atividade cerebral.

EEG em sono ou vigília

EEG em sono é um procedimento no qual a pessoa passa a noite no hospital, usado para detectar possíveis distúrbios do sono (apneias, narcolepsia). Já o exame em vigília é usado para diagnosticar ações espontâneas no comportamento do cérebro (epilepsia, demências, tumor cerebral).

O paciente pode ser privado de dormir uma noite antes da realização do exame, a fim de garantir que durma durante as horas suficientes para captar as atividades cerebrais no eletroencefalograma em sono (também chamado de EEG privado de sono).

EEG em sono com foto

O EEG com foto ou vídeo serve para ter mais informações sobre a atividade cerebral, assim o médico pode saber o que acontece antes, durante e depois de uma possível convulsão. Ajuda também a perceber a área do cérebro afetada durante um ataque.

EEG prolongado

Durante o exame, podem ocorrer casos em que o paciente tem um ataque epiléptico ou outros tipos de complicações, que podem estar relacionados com a alteração das ondas elétricas do cérebro. Nessas situações, o médico responsável pelo exame pode prolongar o mesmo por algumas horas, dependendo da gravidade da complicação. Este caso é chamado de EEG prolongado ou EEG prolongado por hora.

Dúvidas Frequentes:

Como é feito o exame?

O paciente é convidado a se deitar (ou sentar) em uma maca reclinável. São conectados os eletrodos, com uma pasta, no couro cabeludo para fazer o registro das atividades cerebrais. A pasta, além de fixar os eletrodos, permite uma melhor captação dos sinais elétricos do cérebro.

Os eletrodos estão conectados a um computador que traduz essas atividades cerebrais em forma de ondulações que podem ser registradas em gráficos digitais ou em folhas de papel.

Eletroencefalograma dói?

O eletroencefalograma é um exame indolor, porém pessoas com o cabelo comprido podem se sentir incomodadas com a pasta utilizada.

Qual a duração do exame?

A duração do exame depende da sua finalidade. Enquanto o tipo rotineiro pode ser rápido, dependendo das necessidades do paciente, o EEG em sono ou vigília requer que o paciente passe mais tempo no hospital, 20 a 40 minutos, a duração pode depender da recomendação do médico. Na maioria dos casos, o exame tem curta duração.

Agende seu exame